Kobold’s Lair

olá amigos da 4ª edição de D&D, continuamos com os relatos de aventura Keep on the Shadowfell em Forgotten Realms.

Relato das outras sessões dessa aventura:

sessão 1: Conversão Keep on the Shadowfell para Forgotten Realms – “Estranhos em Winterhaven”

sessão 2: Ei, Ninaran, viemos te pegar ! – “Dia da caça”

sessão 4: Sir Keegan, descanse em paz ! – “Fortaleza do Pendor das Sombras”

sessão 5: Matador de Undeads! – “Fortaleza do Pendor das Sombras 2”

SINOPSE

o grupo de aventureiros formado pelo peculiar anão Thordek, pelo mago Handrazir, pelo bárbaro Gronark e pelo misterioso shadow rogue Thurlik é atacado às portas da cidade de Winterhaven por Koboldos foras-da-lei. Quando a batalha parecia estar sob controle, novos gritos ecoam anunciando a chegada de novos participantes. Uma menina linda corre gritando e chorando, toda suja de sangue, de um segundo grupo de Koboldos, mostrando que essas criaturas estão organizadas e não estão ali de bobeira. Foi realmente um primeiro encontro bem bacana que serviu para apresentar o novo sistema de regra aos jogadores.

o grupo salva a menina Khaillan dos Koboldos e a levam para o templo de Chauntea onde encontram a irmã Linora, a tutora da menina e líder espiritual do templo local. Com as consequentes conversas dos personagens com os locais da cidade, fica logo evidente que dois nomes se destacam dos demais: Bairwin, o comerciante e Ninaran, a elfa caçadora. Esses dois encontros podem ser lidos em meus relatos anteriores de sessão  “Estranhos em Winterhaven” e “Dia da caça” .

HERÓIS

Thurlik

Human Assassin lvl2

Thordek

Dwarf Fighter lvl2

Handrazir

Human Wizard lvl2

Gronark

Human Barbarian lvl1

vamos ao relato da sessão 3 –“Kobold Killer”

MISSÃO

finalmente os heróis se dirigem  para o lar dos Koboldos para por um fim ao terror criado pelo goblin bombadão conhecido como Irontooth, líder desse grupo reptiliano.

Irontooth

sessão Kobolds Lair

o encontro foi muito bom, mostrando novamente aos jogadores que seus personagens podem cair. O bárbaro lutou muito bem mas teve um momento em que ele foi impalado por vários koboldos de lança que o perfuraram de todos os lados deixando ele no chão, negativo nos pontos de vida.

O anão impressiona sempre com sua capacidade de: 1 – tomar muita porrada e não cair 2 – recuperar rápido seus pontos de vida e 3 – atacar um porradasso, isso tudo em um único turno!

a pancadaria do lado de fora foi muito bacana pela diversidade de inimigos e de lugares que favoreciam ataques furtivos.

Entrada da caverna lar dos koboldos.

a quantidade de minions (lacaios) deixa tudo muito tenso, o clima é de desesperança. É impressionante o nível da imersão quando jogamos com mapas, minis e alguns props ambientando o 3D da cena. No interior da caverna, são duas ondas que formam um único encontro com 17 inimigos, sendo um deles, um dos mais memoráveis de toda a aventura. A elfa arqueira Ninaran foi muito bacana de interpretar pelo background dela de ser uma elfa caída, uma elfa do mal. Mas o Irontooth tinha um carisma à parte que interpretei como um devoto fervoroso de Shar e usei ao máximo minha humilde habilidade tática com as regras da 4ª edição. Foi um combate bem difícil, por um momento, achei que não fossem conseguir mas o poder diário do assassino e do anão tiram absurdamente muito PV. O poder do Thurlik é uma versão D&D daqueles selos amaldiçoados que vemos muito no Naruto, o nome do poder é Targeted for Death onde o alvo é exterminado pelos poderes das sombras através de um olhar super sharingan.

todos os poderes do assassino giram em torno das sombras indicarem pra ele qual é o melhor lugar para realizar o ataque mais eficaz, os shrowds mostram as fraquezas de qualquer defesa ou armadura utilizada por um inimigo. As sombras também o auxiliam na hora da fuga, pois ele possui um feat que o torna insubstancial sempre que leva algum dano. O único que não apanhou foi o mago Andrazir, pois atuou perfeitamente diante de sua função. Foi magnânimo no assassinato de quase todos os lacaios através de seu poder diário guerreiro super saiadin onde manda seu míssel mágico também como uma minor (vai ser nerfado assim no c$%#lho!). Fora o mago, todos apanharam bastante do bombadasso Irontooth!

um dos inimigos resolve largar o campo de batalha e correr para a caverna na tentativa de avisar seu líder sobre o ataque, com isso, os aventureiros são recebidos por uma tropa de koboldos lacaios bastante organizados que deram bastante trabalho pelas estratégias utilizadas. Muitos poderes fantásticos em inimigos relativamente simples que deixaram a batalha muito divertida, poderes como Incite Faith, Mob Attack, Shifty, Dragonshield Tactics, Dragon Breath,….

novamente, o mago super saiadin e o poder at-will do bárbaro Howl of Fury, onde ele detona um dano sonoro de modificador de CON em um blast de 3, foram suficientes para detonar os lacaios. A figura sombria do Thurlik utilizou de uma entrada secreta da caverna usada para circulação de ar, se infiltrando, ganhando assim vantagem de combate sobre a wyrmpriest, que morreu agonizando com o poder frio das sombras. Coube ao anão Thordek, abrir caminho por entre os lacaios e engajar os mais sinistros, os dragonshields e o skirmisher. O chefão Irontooth chega com tudo, utilizando de seus poderes de ataques duplos, táticas góblins e alto PV.

porém, os jogadores foram espertos, guardaram seus poderes diários e utilizaram várias técnicas de combate como flanco, stealth e sneak attack. Depois do último capanga cair, Irontooth grita para sua deusa: “Shar, eu estou indo lhe encontrar……me espere!” e começa a desferir o que seriam seus últimos ataques nessa vida.

tudo bem, o grupo consegue derrotá-lo, mas tanto o anão, como o bárbaro, saíram sangrando e com pouquíssimos PVs. Thurlik também se machucou, mas bem menos que os guerreiros.

o grupo segue seu caminho de volta para a cidade de Winterhaven com bastante moral, afinal, destruíram o culto do mal da pequena cidade e deram uma solução ao grave problema dos Koboldos na estrada, liberando-a para o comércio.

mas a cidade não é mais a mesma, seus habitantes estão inquietos, ansiosos e mal-humorados. Fica claro que aquilo era apenas a ponta do iceberg. Através das pesquisas do sábio Valthrum, os personagens descobrem sobre a verdade da fortaleza, sobre o dragão das sombras e sobre a triste história do Sir Keegan. Depois de um descanso bem merecido, antes do nascer do sol, o grupo de aventureiros se dirige para as ruínas da Fortaleza do Pendor das Sombras….

… mas esse é outro reporte!

abraços,

André RaistlinRJ

Advertisements

One Reply to “Kobold’s Lair”

  1. Melhor comentário deste reporte: ”O anão impressiona sempre com sua capacidade de: 1 – tomar muita porrada e não cair 2 – recuperar rápido seus pontos de vida e 3 – atacar um porradasso, isso tudo em um único turno!”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s